/ 7.6.11


ENGAJAMENTO DIGITAL

Sobre o que sempre falamos, de expandir a marca, levá-la para além do core business, ganhar presença na vida das pessoas, permear o lifestyle de seus clientes...
A moda agora é chamar isso de 'engajamento'.

E nessa semana foi publicado um relatório muito bacana sobre ENGAJAMENTO DIGITAL que vale a pena dar uma olhada.

Aqui na TECLA, ficamos felizes em ver que estamos na mesma página e que o relatório veio confirmando muito do que sempre defendemos.
Desde o nosso início, acreditamos que essa troca com o público é o melhor caminho para as marcas.
Que oferecendo conteúdo relevante e escolhendo bem as melhores plataformas, a marca fala direto aos corações.

Tem muitos termos no 'marketês'.
Mas a gente aqui na TECLA tem muita intimidade com o assunto.

: )


postado por Lucia Jaimovich às
- - -


/ 3.5.11


TECLA MXTP #05 : JAMIE LIDELL

Eis que nesta sexta teremos no Rio mais um super show trazido pelos amigos do Queremos, que a gente tanto curte e apoia.
E desta vez quem vem é o Jamie Lidell.

Nascido na Inglaterra e radicado em Nova York, ele já circulou um bocado.
Desde o primeiro lançamento, em 1997, Jamie é conhecido por imprimir bastante de sua personalidade nas músicas que faz.
Além de dominar com muita classe as sonoridades no 'estilo Motown', Jamie também passeia por experimentalismos e pelo eletrônico; tendo no currículo parcerias e colaborações com Feist, Gonzales, Simian Mobile Disco, e Beck - que foi quem produziu seu último álbum, Compass.

Enfim, Jamie Lidell é um artista que vale a pena ver de perto.

Fizemos então um mixtape com uma seleção de algumas músicas dele mesmo para todo mundo cantar junto no show. E entraram também algumas do Mayer Hawthorne, colega de Queremos, e ainda outros novos e eternos clássicos da Soul Music.

Aqui a tracklist CLASSE:

1. Jamie Lidell @ New Noise
2. Multiply – Jamie Lidell
3. One Track Mind - Mayer Hawthorne
4. Locked Inside - Janelle Monáe
5. I’m Broke - Black Joe Lewis & The Honeybears
6. Little Bit of Feel Good – Jamie Lidell
7. Elle Me Dit - Ben l'Oncle Soul
8. Inspiration Information – Shuggie Otis
9. Maybe So, Maybe No - Mayer Hawthorne
10. Another Day - Jamie Lidell
11. Big Easy - Raphael Saadiq
12. Tightrope - Janelle Monáe
13. I Wish - Stevie Wonder
14. Enough's Enough – Jamie Lidell
15. Young Girl - Eli Paperboy Reed
16. Am I The Same Girl” - Barbara Acklin
17. Musicology – Prince
18. Feel Like Makin' Love – D’Angelo
19. Jamie Lidell @ New Noise
20. Green Light – Jamie Lidell

Já sabe onde tem o download, né?

: )

postado por Lucia Jaimovich às
- - -


/ 29.4.11


TECLA MXTP # 04 : Coachella 2011

Fizemos uma seleção com o review do que rolou de mais empolgante, emocionante e instigante no Coachella este ano.
Se você estava lá ou acompanhou pela web, baixa o mixtape e guarda como recordação.
Se não, vai dar para ter uma boa ideia do que foram os três dias de música e calor na alma.

Segue a tracklist:

1. Rill Rill - Sleigh Bells
2. Psychic City (Voodoo City) - YACHT
3. Sprawl II (Mountains Beyond Mountains) - Arcade Fire
4. Tighten Up - Black Keys
5. I Could Be Wrong (feat. Ezra Koenig) - Chromeo
6. Lights and Music - Cut Copy
7. Dancing on My Own - Robyn
8. Total Life Forever - Foals
9. Slow - Twin Shadow
10. Half Full Glass of Wine - Tame Imapala
11. Real Love - Delorean
12. Touch The Sky - Kanye West
13. Get Yourself High - Chemical Brothers
14. Fuego - Bomba Estéreo
15. Elephants - Warpaint
16. Muscle'n Flo - Menomena
17. All to All - Broken Social Scene
18. Go Outside - Cults
19. New York City Cops (live @coachella2011) - The Strokes
20. The Dreamer - Tallest Man on Earth


postado por Lucia Jaimovich às
- - -


/ 26.3.11


The World (heart) Brazil

Vem aí mais uma ode ao ideal brasileiro:

Um disco só de clássicos da Tropicália interpretados por artistas como Beck, Beirut, Javelin, Dirty Projectors, Of Montreal e outros deste naipe.

Aqui dá pra escutar a versão do Beirut para Leãozinho do Caetano.
Uma beleza.

A iniciativa é da The Red Organization, que faz e se insere em um monte de coisa bacana para levantar fundos pelos esforços em campanhas contra a aids.

Ainda falando de sons e olhares estrangeiros sobre nós, coincidentemente nesta semana mesmo estive escutando o Flight to Brazil, aquele mixtape do Madlib todo de samplers de música brasileira. É demais!


Ah, Madlib também está no tributo.

: )

postado por Lucia Jaimovich às
- - -


/ 31.1.11


Universo Vampire Weekend : Mixtape

É com muito orgulho que a TECLA apoia o Queremos e ajudou a trazer o Vampire Weekend para o Rio.
E enquanto curtimos a expectativa de vê-los tocando ao vivo, fizemos esta mixtape de uma horinha, que esperamos que também te inspire.

Selecionamos 15 músicas do universo Vampire Weekend com referências e influências desta banda que para a gente é absolutamente irresistível.
Segue a playlist:

The Dixie Cups : Iko Iko
Vampire Weekend (Esau Mwamwaya Rework): Cape Cod Kwassa Kwassa
Paul Simon : Diamonds On The Soles Of Her Shoes
Talking Heads : (Nothing But) Flowers
Blur : Music Is My Radar
Chief Commander Ebenezer Obey : Ohun Oju Ri Laiye
The Clash : Revolution Rock
King Sunny Adé : Baba Feran Mi
Talking Heads : Totally Nude
Tony Allen feat. Damon Albarn & Ty - Every Season : Every Season
Vampire Weekend (Fleetwood Mac Cover) : Everywhere
Malawi : Toubab Krewe
The Very Best (Feat. Ezra Koenig) : Warm Heart of Africa
Orchestra Super Mazembe : Shauri Yako
Vampire Weekend (Bruce Springsteen Cover) : I'm Going Down

Clique, escute, faça o download e vá entrando no clima também!

I see you shine in your way.
Go on, go on, go on!
: )

postado por Lucia Jaimovich às
- - -


/ 17.1.11


TECLA : TEDxRio : MoodLab

'TED: ideias que merecem ser espalhadas.'
Imagine poder viajar por alguns minutos através da mente dos maiores pensadores do mundo.

Essa é a proposta do TED, que surgiu em 1984 como uma conferência anual na Califórnia sobre tecnologia, entretenimento e design (daí o nome), em que ícones como Bill Clinton, Paul Simon, Bill Gates, Bono Vox, Al Gore, Michelle Obama e Philippe Starck já compartilharam suas idéias.

'Dar asas às grandes idéias para levá-las aos quatro cantos do mundo.' Com esse objetivo, foi criado o TEDx: um programa de eventos locais, organizado de forma independente, que reúne pessoas para compartilhar uma experiência no estilo TED.

E a razão da existência do TEDxRio é a noção de que estamos prestes a viver uma década sem igual na história da nossa cidade e os desafios são muitos.
A ideia é que o TEDxRio seja não apenas um evento, mas um movimento constante em que questões são apresentadas e compromissos são assumidos. Porque mais do que respostas, o Rio de Janeiro precisa das perguntas certas. E mais do que debater, é preciso compartilhar e agir.

A TECLA é parceira do TEDxRio.
Criamos um aplicativo inteligente de inputs instintivos e respostas sonoras.

Convidamos você a fazer um passeio sensorial pela temática do evento, passando por imagens e chegando à dimensão do som.
Serão apresentadas algumas questões para você selecionar a opção que melhor representa o seu sentimento. O resultado é uma trilha com a sua cara, de acordo com as suas escolhas.

Vamos lá?

: )

postado por Lucia Jaimovich às
- - -


/ 8.12.10


Tecla + Vampire Weekend

Lembra da nossa participação no show do Miike Snow no Rio?
Aquela foi a primeira vez no mundo que um show de música foi viabilizado pela mobilização social, no estilo DIY, com o esquema de crowdsourcing e com o reembolso total do investimento dos cotistas.

E tendo certeza dos princípios da iniciativa, a TECLA entrou de cabeça, apostando firme nesse modelo inovador de negócio/cultura/postura.
Tudo porque aqui a gente vive na pele o poder que a música tem de comover e inspirar as pessoas.

Foi e sempre será pra lá de emocionante ter feito parte desse momento histórico.

Logo depois da primeira experiência, os meninos se institucionalizaram e criaram o 'Queremos', para informar o público e organizar melhor as ideias.
Depois do Miike Snow, já teve o show do Belle & Sebastian que foi sucesso absoluto, com os ingressos esgotados.
E essa semana foi anunciado que o Two Door Cinema Club também vem alegrar os cariocas no dia 30 de janeiro, graças a 256 cariocas empolgados que compraram suas cotas a R$ 200,00.

É muito, mas muito gratificante ver que a coisa deu mesmo certo!

Tanto que agora estamos juntos mais uma vez:
A TECLA é de novo apoiadora do evento e estamos em plena campanha para trazer ao Rio o adorado Vampire Weekend.

O público carioca não pode perder a oportunidade de ver essa banda!
Clica aqui e garante logo a sua cota.
Em sendo confirmado, você tem seu dinheiro de volta e assiste ao show de graça.
É dia 03 de fevereiro, no Circo Voador.

E aí, tem como não AMAR esse som?
: )





postado por Lucia Jaimovich às
- - -


/ 9.11.10


A Mais Completa Tradução

É maravilhoso quando acontece de a gente encontrar uma sensação, uma intuição ou até mesmo um pensamento muito claro sendo representado com fidelidade por outra pessoa ou em outro canto do mundo.
E quando esse dèjavu vem multimídia, a gente se arrepia.

Pois esse momento acaba de acontecer aqui na TECLA.
Este video diz muito do que a gente tanto acredita:
Viver, nos dias de hoje, é mágico.



O video é da BOX1824, que já andou aqui pelo blogue..
: )

postado por Lucia Jaimovich às
- - -


/ 27.10.10


Don't Believe The Hype

Este post é para você que cansa desse ritmo opressor de descobrir bandas, singles, remixes e mashups diários e que anda sentindo falta do entretenimento e da poesia na arte da música.

O conteúdo principal destes dois sites é o registro das bandas tocando live. Autênticas.
São, sim, mais versões exclusivas. Mas a diferença está na EMOÇÃO genuína da coisa.

No From The Basement, eles gravam as performances em HD e colocam tudo à sua disposição.
E tem muita coisa boa por ali: Beck, Radiohead, Gnarls Barkley, White Stripes... E mais uma penca de pepitas, entre novidades e obscuridades.
Está tudo em videos absolutamente impecáveis.
Você se sente como se estivesse realmente ali, com eles, com os pêlos arrepiados e as solas dos pés vibrando.
Olha só esse video do Beck.. Classe!

Em livre tradução, o FTB é o seguinte:
'Toda a ênfase do programa é ser artist friendly e deixar as bandas o mais confortáveis possível, de modo que elas possam fazer grandes performances, sem a angústia usual da promoção em TV que todo mundo tem que fazer, mas ninguém parece gostar.'

Bom demais.

Já o Daytrotter faz quase que o oposto, no quesito 'recording': eles montam o estúdio com um mínimo de estrutura de mic e amp e gravam tudo analógico, geralmente usando fita Basf 468.
É essa master que depois é transformada em MP3.

Eles dizem: 'Não existe fórmula definida para as gravações, nenhuma configuração específica de microfone, nenhum padrão, etc. Eles estão ao vivo, sem overdubs e direto para a fita. O que você escuta é o que realmente aconteceu no estúdio.'
Alta fidelidade.

O site surgiu há mais de quatro anos com a ideia de pegar os artistas em turnê, de passagem pela cidade (Rock Island, em Illinois), colocá-los em estúdio (The Horseshack) e mandar ver!

E é assim que é:
Uma banda por dia, com as faixas disponíveis para streaming e download. Tem videos também.
O Daytrotter conta com a grande vantagem de ter na turma o Johnnie Cluney, que escreve as resenhas das sessions e faz as ilustrações que colorem o site.
As ilustras são sempre feitas em cima de fotos que eles mesmos tiram lá, durante a session..
Enfim, tudo muito autoral e feliz.
Olha aqui algumas joinhas:

Caribou


Au Revoir Simone

The Drums


The Dirty Projectors


Cold War Kids


Vale muito a pena acompanhar esses sites.
Pra sempre curtir a música em seu estado mais puro, o da performance.
O do amor.
: )

postado por Lucia Jaimovich às
- - -


/ 27.9.10


Calzone : Em terra de cego

E nesta sexta-feira tem mais uma edição da CALZONE!

: )

postado por Lucia Jaimovich às
- - -


/ 6.9.10


Definitivamente, um marco.

Tudo começou com o anúncio de que Miike Snow (banda indie da Suécia, que arrebatou o público em todos os maiores festivais do mundo neste ano) havia incluído a passagem pelo Brasil em sua turnê.
Ao conferir a informação, um grupo de cinco cariocas antenados - os amigos / parceiros de CALZONE Bruno Natal, Pedro Seiler e Lucas Bori, além do Felipe Continentino e Thiago Lins - descobriu que o Rio de Janeiro não estava na programação.

Inconformados com a exclusão da nossa cidade dos roteiros da cultura internacional, os rapazes arregaçaram as mangas e elevaram o conceito de DIY a uma nova máxima potência.
Por que não?

Levantaram os custos de produção e, seguindo a tendência do crowdsourcing, definiram que seriam necessárias 60 cotas de R$ 200,oo para bancar a apresentação.
Emails, facebook, twitter, matérias de jornal, blogues e tudo o mais serviu não apenas para viabilizar a história (em menos de 24 horas as cotas estavam cobertas!). Mas para dar voz e ânimo ao público carioca que quer mais e agora sabe que pode mais. Formou-se então o grupo dos '60 cariocas empolgados'.

E a TECLA foi a primeira empresa a comprar o barulho.
A nossa essência mora em desenvolver iniciativas usando a música como principal elemento para aproximar marcas e públicos; traduzir conceitos e valores em uma linguagem musical.

E exatamente por isso, por acreditar tanto no poder que a música tem em COMOVER e GERAR INTERESSE, não tinha como a gente ficar de fora deste momento histórico em que a própria sociedade se mobiliza para trazer um artista.

Aqui, aqui, aqui, aqui, aqui e aqui, algumas matérias sobre este evento único.
E aqui, um video de divulgação do show, feito pelo Ramon Moreira:




Agora você também pode entrar pra história: compre seu ingresso e ajude a divulgar o show!
Faltam só duas semanas.

: )

postado por Lucia Jaimovich às
- - -


/ 1.9.10


RICHARDS : Cheers!


A partir de hoje e até o final de setembro, a RICHARDS põe na praça o evento HAPPY HOURS.
Uma ação de branding que celebra a arte de viver; sem distinguir o trabalho do lazer.
Por sorte, este é um dos princípios verdadeiramente compartilhados entre a marca e a gente.
: )

Com o HAPPY HOURS, a Richards oferece aos clientes uma experiência na medida:
Produtos temáticos (com estampas secretas e outras graças), dica de livro cool, receitas de drinks sensacionais e o melhor: ótimas músicas de presente para download!

No projeto batizado de 'SELEÇÃO Happy Hours' a TECLA assina a CURADORIA e a PRODUÇÃO EXECUTIVA.

Indo direto ao repertório, chegamos ao seguinte mix:

1. Thiago Pethit - Essa Canção Francesa
É tudo tão perfeito que parece até ser produção da própria Richards.. Thiago Pethit está acontecendo e essa música é em parceria com a Tiê, em que os dois cantam em francês lindamente..
(confira o clipe - super Richards! - no fim deste post.)

2. Nina Becker - Toc Toc
Essa música do Rubinho Jacobina ganhou ares de espreguiçadeira na voz da doce Nina.
Achamos a forma ideal para a marca falar de Rock!

3. Tita Lima - Smile
Pouca gente conhece a Tita, mas o (super!) Gilles Peterson não só conhece como diz: 'Freshly squeezed and just the right side of avant garde. I love this stuff!' Um senhor selo de qualidade, não?

4. Tulipa Ruiz - Efêmera
Após poucos meses desde o lançamento do primeiro disco e com pouquíssimos shows fora de São Paulo, Tulipa tem o dom da unanimidade. É escutar, amar e sorrir.

5. Bondesom - Música de Ano Novo
Instrumental feliz e cheio de frescor, o Bondesom mostra extrema qualidade nessa música surpreendente, que carrega uma mistura latina com brasilidade contagiante. É pra comemorar!

Pois. Para a ação buscamos apresentar novidades, acompanhando o momento refresh da Richards:
Apenas produções nacionais, artistas pouco conhecidos, músicas de tema pertinente ao mote Happy Hours, sonoridades que tocam a alma da marca, francês, inglês, instrumental, parcerias institucionais inéditas (colocamos na jogada o portal Oi Novo Som, que é um projeto super rico e bem intensionado)... Enfim, um case e tanto!
Para não estender demais este post, se você entrar em contato a gente te conta tudo com o maior prazer.

Falando um pouco da nossa relação com a RICHARDS, é com muito orgulho que caminhamos há mais de dois anos ao lado de uma marca tão caprichada e que serve como referência para tantas outras.
E desde o início viemos desenvolvendo um trabalho que podemos, também com muito orgulho, chamar de MUSIC BRANDING.

No trabalho de construção da identidade da Richards, começamos pelo começo:
Fizemos a leitura da marca, mergulhamos em seus conceitos, valores, produtos, comunicação e entendemos quais os caminhos ela queria trilhar; falando em posicionamento, mesmo.
Daí conquistamos a consistência na percepção do público a partir da criação de bookmarks na experiência dentro das lojas - fazendo a seleção de músicas para a trilha com total atenção à coerência entre produtos, visual merchandising, campanhas, etc.

E voilá!
Hoje a marca atinge um novo momento em sua história:
Pode agora se expressar com segurança e propriedade nessa linguagem que a gente tanto ama e sabe que emociona..
A RICHARDS ESTÁ PRONTA PARA FALAR DE MÚSICA.

: )

aqui o clipe do Thiago Pethit:

postado por Lucia Jaimovich às
- - -


/ 27.7.10


Carros que fazem música

A marca de bateria DieHard resolveu usar a música para destacar a potência do seu produto. No vídeo, o britânico Gary Numan, um dos pioneiros da música eletrônica, toca Cars usando buzinas de carros e uma única bateria.





Já neste registro, os gaiatos do Sweet Georgia Brown aproveitam o ritmo do trator para fazer um som. :)

postado por Educação e Cultura Digital às
- - -


/ 5.7.10


Impecável

A Levi's está com uma ação de Music Branding absolutamente impecável:
A marca conhece tão bem a própria alma, que é nesses exercícios que ela se apropria mais e mais da sua identidade musical.

A Levi's Pioneer Sassions selecionou algumas das bandas que mais se destacam na cena musical criativa e independente (a cena Levi's) e pediu para que cada uma escolhesse uma música que a tenha inspirado na vida e então gravasse uma versão.
Super de acordo com o espírito de originalidade, ousadia e liberdade da marca.

O resultado é excelente e para quem gosta de pesquisar músicas (público Levi's), é um prato cheio! Tem Dirty Projectors cantando Bob Dylan, The Kills cantando Velvet Underground, She And Him, John Legend, Jason Mraz e por aí vai.

No site tem as histórias das faixas e você pode baixar todas de graça, é só cadastrar seu email.
E pode também compartilhar os posts do jeito que quiser, em qualquer rede social.
E também tem link pra comprar a faixa original pelo Itunes.
Que mais...?
Ah, claro que fizeram vídeos registrando as sessions, né?
Aqui o Passion Pit contando os porquês da sua versão de Tonigh Tonight do Smashing Pumpkins..



E eis mais um desses casos que a gente aplaude de pé.
A ação é original, simples, responsável, com curadoria perfeita e ainda consegue ser cool na capilaridade.
: )

postado por Lucia Jaimovich às
- - -


/ 29.6.10


O Brasil ganhou no festival internacional de publicidade Cannes Lions 2010 um prêmio Grand Prix, na categoria Press. A campanha para revista Billboard cria imagens a partir de referências musicais.
Saca o conceito neste painel interativo:





De quem você seria feito?


A agência é a AlmapBBDO.

postado por Educação e Cultura Digital às
- - -


/ 24.6.10


A novidade entre os fabricantes japoneses agora é o dispositivo 'live'.

Toyota e Nintendo já lançaram dois produtos com esta funcionalidade:




postado por Léo Hazan às
- - -


/ 21.6.10


Olhar moderno

Já viram o novo clipe 'Modern Eyes' dos californianos Jum Jump Dance Dance? O duo formado por Chris Carter e Lewicki Simon já tinha transposto em Show Me The Night a vibração das músicas em imagens. Dessa vez, eles contaram com a ajuda de Clemens Habicht (que também realizou o brilhante videoclipe Skeleton Boy do Friendly Fires) para brincar com novos efeitos visuais.

Em todas as formas, onde tem dois círculos, nós temos a mania de pensar em uma boca para formar um rosto (tá, digo por mim...) Isso talvez possa ser explicado pela Gestalt (nosso cérebro vê interação entre os elementos).





Em Modern Eyes, a brincadeira dá certo. Com música, tudo pode cantar.

Marcadores: ,

postado por Educação e Cultura Digital às
- - -


/ 18.6.10


Então era de lá que vinha....

Vou pedir licença ao blog da Tecla pra falar de uma referência muito pessoal minha.

Nesse caso aqui não tem diretamente relação com nosso trabalho, e sim uma referência musical muito importante para mim.

Em 1996, viajando de carro, no banco de trás, fui apresentado a uma sonoridade que entraria 'no meu pedestal musical'.

Era o segundo disco de um caboclo chamado Bek David Campbell, ou Beck Hansen, ou somente BECK. O disco era ODELAY.

Pra mim, uma forma nova de ouvir a combinação de um monte de ritmos e do uso de samples.

Na ocasião, a música que criou um bookmark na minha cabeça, com a sensação de ter escutado algo revolucionário e espetacular, era DEVIL'S HAIRCUT.

Muitos anos depois...

Um ídolo me chamou pra assistir um baterista emblemático no finado Mistura Fina, já no posto 8.

Era Bernard "Pretty" Purdie. Uma lenda. Fiquei cara a cara.

Lenda não só por seu um mestre da bateria 'groove', mas por histórias como a de substituir o Ringo Star em um disco dos Beatles.

Dizia a lenda: "Eram dois cheques: um pra tocar e outro pra ficar calado".

Pois hoje, e somente hoje, fui relembrar Purdie quando percebi que....

Não basta ser gênio, tem que beber da água certa.

Vejam a conclusão nos vídeos abaixo.




Marcadores: , , , ,

postado por Léo Hazan às
- - -


/ 8.6.10


Sensacional!

Lá vai a ADIDAS novamente celebrar a originalidade... Cada filme é mais espetacular que o outro!


"Adidas Originals invites you to join David Beckham, Daft Punk, Snoop Dogg, Franz Beckenbauer, Noel Gallagher, Ian Brown, Ciara, Jay Baruchel, DJ Neil Armstrong and some of your dear, old friends for an intergalactic 2010 FIFA World Cup™ viewing party that you'll never forget."

postado por Léo Hazan às
- - -




O amor constroi

Como já falamos aqui, versões são algo que sempre nos chama a atenção.
Principalmente quando são inusitadas e tranformadoras.

E o Pomplamoose está aí não apenas pelas versões de super sucessos da Beyoncè, Lady Gaga e Michael Jackson, por exemplo.
Mas também pelo formato que eles encontraram para gravar, mostrar as músicas e viver disso.

A banda na verdade é um casal, Nataly Dawn e Jack Conte; que também têm seus trabalhos solo.
E são os dois - e apenas os dois - quem tocam todos os instrumentos, fazem todos os barulhos e cantam nas chamadas 'video songs'.

Pra chamar uma música ou um clipe de video song, tem que seguir duas regras: tudo o que você vê, é o que você escuta - nos videos não tem dublagem nem de instrumento nem de voz.
E tudo o que você escuta, em algum momento você vê - não tem nada escondido, todos os sons são mostrados.

Vê o canal deles no youtube.
Os videos são ao mesmo tempo simples, caprichados, fofos e bem didáticos.
Todo o lance está na mixagem e na edição - tanto do som quanto das imagens.

Aqui a video song de Single Ladies:



: )

postado por Lucia Jaimovich às
- - -


/ 2.6.10


Álbum de Família

Lembra que em 2005 o White Stripes veio ao Brasil e fez um supershow no Teatro Amazonas, em Manaus?
E lembra que no mesmo dia ele se casou em uma cerimônia celebrada por um pajé, embarcado em pleno encontro dos rios Negro e Solimões?
Pois bem.
Talvez você não se lembre que a noiva era a supermodelo Karen Elson.

E eis que Karen acaba de se lançar cantora e compositora, com o álbum 'The Ghost Who Walks'.
No site dela dá para assistir a uma apresentação gravada live, nas instalações da Third Man Records, num clima super charmoso e intimista.

Tudo em casa: o guitarrista da banda, Jackson Smith (filho da Patti!) é casado com a Meg White, parceira do Jack no White Stripes.
Fechou.

Aqui 'The Ghost Who Walks', o primeiro video do trabalho de Karen Elson.
Direção: Maridão, Jack White.



: )

postado por Lucia Jaimovich às
- - -


/ 16.4.10


Aloe Blacc

Alguns dias atrás, ao mostrar aqui na agência o single "I Need a Dollar " do Aloe Blacc, música que me foi apresentada pelo amigo Bruno Natal, o Léo Laurosse Hazan, que é a enciclopédia musical da Tecla, pegou um pedaço de papel, rabiscou umas palavras, deixou em cima do meu teclado e saiu da sala. . . Nele estava escrito:

Gil Scott Heron
+
Billy Preston
+
Bill Withers
=
Aloe Blacc


Quer conferir o resultado? Tá no Urbe.

A música é bem bacana e o vídeo oficial acaba de ser lançado...

postado por Paulo Sattamini às
- - -


/ 14.4.10


Adidas - Celebrate Originality

Caso brilhante de associação de música e marca para se transmitir o conceito da campanha!

Como o próprio nome da campanha diz, os filmes trazem músicas que se tornaram clássicos dos anos 60 e 70 revisitados por djs/produtores de renome.

No primeiro filme, a música escolhida foi "Beggin'" de Frankie Valli, lançada originalmente em 1967.

E neste segundo filme a música escolhida foi "Why Can't There Be Love" de Dee Edwards. Também super nova... 1972!

Nos dois filmes, as músicas foram remixadas pelo dj/produtor francês Pilooski (já citado neste blog, aqui e aqui).

Confiram abaixo:







postado por Léo Hazan às
- - -


/ 10.4.10


Conexão França - Jamaica

Há duas semanas cheguei num link casual. E nesse tempo deixei a tela aberta no computador, esperando um momento oportuno pro clique.
Pressenti que dali vinha coisa boa..

Eis que a novidade é o JAMAICA.
Mais dois moços que vêm da França para balançar nossos corações.



Logo de cara você percebe a pegada da estética hype-retrô-bem humorada.
Pois o Jamaica também é da Ed Banger e este primeiro single, 'I Think I Like U 2', foi produzido pelo Xavier de Rosnay, do Justice.
Tá explicado, né?

E aqui eu li algo de que não sabia..
Que nos idos de 1993, o Thomas Bangalter e o Guy-Manuel de Homem-Christo (leia-se: oh! Daft Punk) se juntaram ao Laurent Brancowitz, hoje guitarrista do idolatrado-salve-salve Phoenix e montaram um trio e se chamavam Darlin', inspirados naquela música do Beach Boys. Que turma, hein?

Oui! Vive la France!

: )

postado por Lucia Jaimovich às
- - -


/ 31.3.10


Esse cidadão aqui....






















Foi desmerecido pelos coleguinhas músicos de jazz por ser 'funky-groove' demais, e não focar tanto no jazz melódico e cheio de improvisações....

Como era, no início, 'músico de banda', como foi do Stanley Turrentine e do George Benson, e não traçou direto uma carreira solo, ficou ali como segundo time...

No entanto, mais pro final dos anos 70 reconheceram esse rapaz... gênio.

Ele é Ronnie Foster, que pequeno tocava piano clássico e hoje é considerado um mestre do hammond...

Agora seus discos são cultuados e de um tempo pra cá tem muita gente nova fazendo releituras e remixes dele. É o caso do Madlib no disco 'Shades of Blue', que traz sucessos do Blue Note de uma outra forma.

Ai vai a versão original de MYSTIC BREW tocada por Ronnie. Vale escutar até o fim...


postado por Léo Hazan às
- - -


/ 23.3.10


Festa TECLA - lançamento do novo site

E é nesta quinta-feira, dia 25/março, a aguardada festa de lançamento do nosso site novo.
Temos recebido bastante elogios e estamos super contentes com o resultado.
Ele é bem dinâmico e permite muito conteúdo, que vamos subindo com o tempo.

Você é nosso convidado permanente lá.
Fique à vontade para conhecer, passear e escutar umas boas trilhas enquanto navega.

Quem desenvolveu foi o pessoal da Arterial, que é muito fera.
Também foram eles quem brilharam na arte deste flyer..

Bem, a comemoração vai ser dentro da Clap!, uma das noites mais legais atualmente no Rio.
No line-up, nós três da TECLA (Léo, Lucia e Paulinho) vamos receber os amigos Pedro Seiler, Bruno Natal, Filipe Mustache, Chico Dub e Gustavo MM - fazendo um grande encontro das festas CALZONE, Dancing Cheetah e, claro, a própria Clap!.

Esperamos você lá!

festa TECLAMUSIC.COM
onde: 00 - Av. Padre Leonel Franca, 240 (Gávea)
quando: 25/março (quinta-feira)
hora: a partir das 23h00
entrada: inteira R$50,00
na lista R$20,00 (nomes para festaclap@gmail.com)


: )

postado por Lucia Jaimovich às
- - -


/ 15.3.10


Nada como ver um super-herói de perto!




Vejam a expressão de The Edge e Jack White ao verem Jimmy Page pegando a guitarra e tocando "Whole Lotta Love". Parece que estão vendo o Super- Homem ou o Papai Noel...

Esse é um canapé do filme "It might get loud", que explora as guitarras elétricas no rock através do estilo e personalidade desses três.

O filme foi lançado em dez/09 nos EUA e certamente já está por aqui (ao menos em DVD!).

postado por Léo Hazan às
- - -


/ 10.3.10


Fino!

Ontem, na semana de moda de Paris, a marca Yves Saint-Laurent desfilou ao som, AO VIVO, do sensacional LCD Soundsystem. Fino! Como tudo que eles metem a mão. E parece que a música foi feita especialmente para o desfile, mas já serve pra dar um gostinho do próximo disco que está para ser lançado, e que certamente é um dos mais aguardados de 2010.


postado por Paulo Sattamini às
- - -


/ 8.3.10


Em Tempo:

Depois de tanta listas dos mais-mais de 2009, fui absolutamente surpreendida ao descobrir o MoBeauty, primeiro trabalho solo do Alec Ounsworth - vocalista do Clap Your Hands And Say Yeah - lançado em novembro.
Muda tudo! Não tem como deixar esse disco de fora dos top 10 do ano passado.

Além do CYHSY, Alec também comanda o Flashy Python, em que faz um som bem mais experimental - mas muito válido pelo vocal meio Thom Yorke e climão meio sombrio.
Eles debutaram em janeiro abrindo os shows na turnê do Cold War Kids!

Mas o Clap Your Hands tem mesmo esse espírito agregador e de experimentações fora da caixa..
Outros dois integrantes da banda, Tyler Sargent (baixo) e Robbie Guertin (guitarra e teclado), formaram com amigos do Radical Dads e com a - fofa! - Annie do Au Revoir Simone uma banda chamada Unhabitable Mansions, que apesar de não ter o vocal marcante do Alec, é uma fantástica mistura de rock com folk.
Também vale muito à pena.

Vamos então torcer para essa turma boa finalmente se animar para uma voltinha pelos trópicos, não?

: )

postado por Lucia Jaimovich às
- - -


/ 3.2.10


Tecla na Tailândia + Votação

É a Tecla chegando longe e ampliando os horizontes.
(E que horizonte, não?)

O amigo Bruno Natal ganhou presente no fim do ano e levou para passear num paraíso.
A gente agradece pelo carinho!

Bruninho é quem comanda o excelente URBe.
Para quem não conhece, já vale favoritar e entrar sempre.
Aproveita e vota aqui!
Ele está concorrendo na categoria 'melhor blog' no Best Brasil 2010 da DJMag.

Aliás e a propósito: lembra dos videos da DoBem, né?
Criados pelo Breno e com a trilha do João Brasil..?
Pois os dois também estão concorrendo lá.
João nas categorias 'melhor produtor' e 'melhor live'.
E Breno como 'melhor VJ'.

Vota na turma, vai!

: )

postado por Lucia Jaimovich às
- - -


/ 28.1.10


VCR

The xx, (em minúsculo mesmo) grupo sensação de 2009, lançou essa semana na Inglaterra o vídeo da ótima "VCR", que abre o primeiro disco da banda inglesa. A canção é simples e matadora. O clipe foi dirigido por Marcus Soderlug e a faixa ganhou remix do produtor Matthew Dear. Confere aí porque ficou bacana.



postado por Paulo Sattamini às
- - -


/ 26.1.10


Viagem na velocidade do som



Todo mundo já sonhou em se teletransportar, não?
Nada de sexismo, mas essa investida da cerveja argentina Andes é sensacional!

Piadas à parte, trata-se de uma experiência e tanto..
É o poder absoluto do som, te levando para qualquer lugar ou te convencendo de qualquer coisa.

¡Salud!

: )

postado por Lucia Jaimovich às
- - -




Bela parceria




Charlotte Gainsbourg, atriz, cantora, garota-propaganda da grife Gérald Darel e filha do mestre francês Serge Gainsbourg, acaba de lançar seu terceiro disco. "IRM", que tem nada mais nada menos que a produção do genial Beck.

Charmosíssima, Charlotte tem uma voz bem sexy, mas em "IRM" ela surpeende. . .

Sussurros em francês ("Le Chat du Café des Artistes"), eletrônica upbeat ("IRM"), sixties ("Heaven Can Wait"), dream pop ("Me and Jane Doe"). . .

Da uma olhada no primeiro vídeo dessa bela parceria. Temos a
inegável e singular sonoridade do Beck somada a linda voz dessa multifacetada artista.

"Heaven Can Wait"

postado por Paulo Sattamini às
- - -


/ 21.1.10


D+





Sairam os nomes do Coachella 2010, simplesmente um line-up ABSURDO. Tecla Music rumo ao deserto!

postado por Paulo Sattamini às
- - -


/ 19.1.10


Pegando a deixa...

Vou pedir licença e pegar uma deixa do post anterior.

Estou impressionado (aliás, eu e a torcida do flamengo) com o novo disco do Vampire Weekend – “Contra”. Conseguiram bater melhor ainda no liquidificador afro-beat, musica jamaicana, caribenha, rock e mais um monte de sonoridades.

Para chegar nessa mistura, Vampire foi muito bem influenciado, entre outros artistas, pelo The Clash, que em 1980 lançou o álbum Sandinista - nome do movimento de libertação esquerdista da Nicarágua. Espirituosos, o pessoal do Vampire intitulou o disco de “Contra”, o movimento contrário ao Sandinista, entendo eu, numa homenagem ao Clash.

E não fica só no título essa influência Clash/Vampire, Sandinista/Contra.

Sandinista também é um disco com influências de calypso, afro, reggae, dub, rockbily, jazz, folk, etc. etc. etc...

Abaixo vai uma musiquinha de cada... tirem suas próprias conclusões...

Obs: a música do Clash tem 30 seg. de discurso antes de começar...









postado por Léo Hazan às
- - -


/ 17.1.10


Virada

E eis uma nova década!

No campo da música, os últimos dez anos foram muito ricos. Eram, enfim, os anos doismil.
Pois acredito que os próximos dez sejam ainda mais revolucionários, de puro confrontamento com o já conhecido e/ou estabelecido.

No mundo todo, a música agora é feita e comentada por gente muito mais nova do que sempre foi. Além disso, a turma já nasceu conectada e foi alfabetizada com Pro Tools!
Com menos idade, sim. Mas com muito mais informação e mais ainda, LIBERDADE.
(Uma excessão histórica é o Simon Reynolds, mas fica para outro post.)

Pois sim, estamos ansiosos pelo que está por vir!

Bem, urgente, gente: 2010 já chegou causando com o fabuloso 'Contra' do Vampire Weekend e com o 'One Life Stand' - o novo do Hot Chip, que está em tour com The XX!
Acho que esses dois álbuns são o grito de largada dessa tal nova era.

Pois já sabendo que esse ano tem mais Strokes, LCD Soundsystem, Amy Winehouse, M.I.A, Arcade Fire, MGMT, Mark Ronson, Beastie Boys, Friendly Fires e Cristal Castles, apenas citando algumas ansiedades, só nos resta deixar o tempo passar.

Tudo bem que daqui a pouco já é natal de novo, mas ainda é tempo de conferir algumas reflexões sobre o ano que passou:

O amigo Pedro Seiler, Antológico e onipresente, generosamente compartilha suas impressões.
A Rolling Stone fez lista dos 25 melhores álbuns e das 25 melhores canções de 2009.
As preferidas da Dazed são mais cabeça, mas super valem.
Já a Paste Magazine fez lista dos melhores 50 discos não do ano, mas da década; contando essa história da evolução.

E com um olho no gato e outro no peixe, a NME está disponibilizando uma mixtape com as apostas para o ano novo. Corre e vê se ainda encontra.

No mais, muito axé em 2010!

: )

postado por Lucia Jaimovich às
- - -


/ 9.12.09


One Record A Day...


Tem a sabedoria milenar que defende doses pequenas porém diárias, tem a coisa do devagar e sempre...
Tudo se encontra no RCRDLBL.

O site [récord lêibou] nos presta belo serviço informativo da cena indie e de remixes mis.
Com acesso a vários tipos de busca, programações em streaming e muito material disponível para download.

Se você assina, recebe diariamente tudo no seu email. Bem legal.
É como receber o jornal na porta; mas só com as notícias que interessam.
: )

*em tempo: pedimos desculpas pelo sumiço aqui do blog.
mas nosso site novinho está quase no ponto!

postado por Lucia Jaimovich às
- - -


/ 27.10.09


Evolução

Quando jovenzinha, por anos fui obrigada a escutar trash metal.
Sabia tudo sobre os virtuoses, suas Flying Vs, efeitos de pedaleiras e quiçá, sobre os tratamentos de hidratação que eles faziam naquelas cabeleiras loucas.
Mas tudo o que eu queria era a paz que o Bob Marley tinha deixado como legado.
Esse conflito durou tempo suficiente para que eu me fechasse para o Rock.

Até que veio o Is This It e mudou minha vida.
Sim, o rock precisou ser refeito para eu começar a querer entendê-lo.

Desde o seu nascimento, intui que o The Strokes fazia um som à frente do próprio tempo mas com uma pegada sessentista. Um olho no gato e outro no peixe.
Tanto que estão postergando o lançamento do quarto álbum só para 2010 porque eles mesmos entendem que é 'moderno demais para 2009'. Ha!
E acho que a cada álbum da história da banda isso se comprova.
Não apenas como conjunto mas também nos projetos solo dos integrantes:

Ninguém nega que o Little Joy (do Fabrizio Moretti) é uma sacação superesperta.
Ou que o Albert Hammond Jr. é um rockstar e faz o que sabe.
Ou que o Nikolai - aka Nickel Eye - busca as melhores referências e veste roupa nova. Aliás, o que é o climão de Bonnie And Clyde dele com a Emilie Simon?

Pois quanto ao vocalista, Julian Casablancas, não é diferente. E não à toa é ele o líder da banda.
Phrazes For The Young é o nome da obra, que ele vem produzindo há mais de um ano.
Em ocasião do lançamento, fizeram um site pra ele e o álbum vai vir à luz já em edição de luxo com vinil, DVD de making of, livro autorgrafado, artes exclusivas, pôster e mais uma porção de mimos.

Olha o video promocional e vê se não é o climão 'futurista-retrô' de que falo..



Arrepiou?
Pois toma o link pra baixar o disco, que vazou ontem.
E corre e escuta logo a 11th Dimension. É uma viagem no tempo e no espaço!

A Tecla também distribui mimos pra ninguém passar vontade.

: )

postado por Lucia Jaimovich às
- - -


/ 24.10.09


Mais uma e muito mais



Enquanto isso, em Nova York, a Gucci inaugura a primeira 'GUCCI ICON - TEMPORARY'.
É uma loja no estilo 'pop up store' que vai viajar o mundo, vendendo apenas sapatos.

Só este fato talvez já valesse a notícia.
Mas adicione um superuber aplicativo de Iphone.

É isso. A Gucci lançou um aplicativo que está com tudo.
Tem notícias sobre a marca, localizador de lojas, videos-vinhetas promocionais e sim, algumas playlists.
As seleções são uma aplicação perfeita e atualíssima do music branding que a gente tanto defende:
É a marca permeando a vida dos seus consumidores e se comunicando da maneira mais efetiva em cada um dos canais.

Lá tem três playlists:
Uma institucional com David Holmes, Beck, BatForLashes, DepecheMode e afins; uma da Frida Giannini, que uma das diretoras criativas da marca e outra dele, o grande Mark Ronson.

Pois além da Playlist, Mark Ronson desenhou também um modelo de sapato exclusivo para acompanhar a itinerância da tal Icon Temporary e ainda programou um joguinho, o Gucci Beats, em que você monta o a própria faixa, usando sons de sintetizador, baixo, bateria, vocal e outros elementos.
Super pra frentex.

Gucci arrasou.
Luxo é pouco.

: )

postado por Lucia Jaimovich às
- - -


/ 23.10.09


Música e Moda

Esse namoro eterno, uma inspirando a outra, é lindo de se ver.

No início do mês aconteceu a semana de moda de Paris.
De todos os desfiles, o de Viktor & Rolf foi o que mais se destacou pra gente.

A dupla já é das mais criativas, 'artsy', lúdicas e caprichadas do que se tem no olimpo da moda.
E eis que para embalar a apresentação da coleção, eles chamaram uma das minhas preferidas da vida: Róisín Murphy.
Uma das combinações mais perfeitas que já vi.
Ela mesma é praticamente uma intervenção artística: além de linda, sempre se vestiu de forma super design e conceitual. E o som que ela faz, tanto sólo quanto com o Moloko, são mais experimentais e enigmáticos. Meio hipnotizantes, até.

Bem, no desfile ela cantou duas do disco novo que está pra sair.
os videos, aqui, ó:

Royality


Demon Lover


E amanhã é dia de Oi Fashion Rocks!
Vai dar para acompanhar tudo pelo site, viu?

: )

postado por Lucia Jaimovich às
- - -


/ 21.10.09


Um novo tempo

estamos numa época em que novos formatos e novas opiniões sobre o uso de música na web aparecem aos borbotões a cada dia. o mundo do music business gira muito rápido.

e para a gente, esta semana o 'quem sobe' vai pro streaming.
então resolvemos fazer um pequeno apanhado do que tem por aí:

. Myspace . definitivamente, é um marco. sabia que antes de completar uma semana, mais de um milhão de faixas já haviam sido escutadas?

. LastFM . a qualidade do conteúdo oferecido é imbatível e ainda sincroniza com seu ITunes. pura cultura.

. Pandora . foi das que começaram a onda de programação por demanda, há muito tempo. mas teve que retroceder e hoje só está disponível nos EUA.

. GrooveShark . hoje uma das que tem a navegação mais simples e o repertório é bem vasto.

. Spotify . é o que mais tem dado o que falar ultimamente. foi criado em 2006 na Suécia mas ainda só está disponível em alguns países da Europa.
o modelo de negócio e o trabalho de associação com marcas tem sido um sucesso.
aguardamos ansiosos pela chegada do spotify por aqui.

. Musicovery . uma belezura. as linhas de associação entre as faixas são representadas graficamente e com muito bom gosto. é o mais lúdico de todos e o que mais se integra com outras mídias. até foi ranqueado entre os 50 melhores sites de 2009 pela TIME.

e essa é para quem prefere o desconhecido e novidadeiro:
. PerfectFutureRadio . é um presente do futuro perfeito. eles têm canais com programação definida por estilo, por festival, por cidades mais relevante e por listas de destaque.
detalhe: é tudo referente à cena indie e com curadoria praticamente irretocável.
mais atual impossível.
merece boas horas do seu tempo, pra navegar sem medo de ser feliz.

uma boa é que recentemente eles postaram no blog que estão querendo fazer um canal para a America do Sul. e a participação brasileira está sendo em peso.

então aproveita e reforça na torcida!

: )

postado por Lucia Jaimovich às
- - -


/ 14.10.09


Yohji Yamamoto
ontem foi anunciado o pedido de concordata do Yohji Yamamoto.
caso você não conheça, ele é um dos maiores estilistas do Japão.
mas como tudo lá gira num tempo diferente, no mesmo dia um grupo de investimento já disse que vai financiar a reestruturação da marca.
então parece que não devemos nos preocupar.

esse post é só porque lembramos do 'Identidade de Nós Mesmos'.
é um filme de 1989, encomendado pelo Guggenhaim para o Wim Wenders.
nele, o diretor acompanha o Yohji Yamamoto no seu processo criativo, na relação dele com Toquio e mexe em várias questões que levam à reflexão.
por exemplo considerar a ideia de identidade em um mundo em que 'cada original é uma cópia'.

aqui a introdução do filme.
os créditos duram menos de um minuto.
vale à pena.

: )

postado por Lucia Jaimovich às
- - -


/ 9.10.09


Harmonia


Tem tempo que quero falar deste site aqui e eis que fez-se hoje uma boa oportunidade: fim de semana prolongado, friozinho gostoso e essa chuva que não dá trégua.

a história é a seguinte:
Sara e Derek são roteiristas em Los Angeles e formam um casal superfofo.
ela é entendidíssima de vinhos e ele, de música.
Derek até toca como DJ num hotel todo bacana chamado Palihouse.
vale o clique. mais ainda se você planeja um rolê pela 'cidade proibida'. não a da China, isso é outra história..

daí que os dois juntaram seus talentos e paixões e criaram o VINE-YL.
um site em que toda quinta-feira eles indicam a harmonização de uma boa música com um bom vinho.
percebe que o nome do site é uma brincadeirinha com vinho e vinil, né?
bem, a julgar pelas dicas dele, que vão de Gabor Szabo a Danger Mouse - passando por Stranglers, Tortoise, e Bon Iver - as combinações parecem mesmo enebriantes.

acho que esse feriadinho pede uma conferida..
aproveite!

: )

postado por Lucia Jaimovich às
- - -


/ 1.10.09


Mayer Hawthorne

está correndo o maior zunzunzum sobre o Mayer Hawthorne.
e não é por menos.
o primeiro disco dele, 'A Strange Arrangement', foi lançado mês passado.
antes disso, já tinha saído o EP, vermelho e em forma de coração, que causou frisson entre os entendidos da boa música.
veja/escute/ame aqui

o moço é mesmo especial. confesso que foi amor à primeira escutada.
é um som emocional, fresco, leve e bom, muito bom.
tudo a ver com a fineza que consagrou a Motown na história.
seu próprio selo, o StonesThrow, refere-se a ele como sendo o 'new school soul sensation'.
ta bom, né?

e acredite: mesmo com essa voz doce, acontece que ele não tem formação nenhuma de cantor.
antes de assinar com esse nome e se juntar à The County (banda que o acompanha), Mayer era conhecido como DJ Haircut e por tempos seguiu fazendo suas produções funkeadas e tocando mundo afora, noite a dentro.

aqui o clip que abriu meu coração:


ps: se essa música também te lembrou o remix do Pilooski pra Beegin' do Frankie Valli, usado na campanha House Party da Adidas, você não está só.
e pois é.. FV é da Motown.
fato é que Mayer Hawthorne sabe buscar o melhor do melhor e fezer direitinho e jeito dele.
pois que venha pra ficar!

: )

postado por Lucia Jaimovich às
- - -


  Oi.

Se você ainda não foi no site, clica aqui e dá uma olhada no que a gente faz.


Léo Hazan
Lucia Jaimovich
Paulo Sattamini